sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Guns 'n' Psychologists


Imagem por: ~cherrykizZ

Escrevo este poema enquanto tenho fome
Banhado pela lua que cresce em minha janela
Ninguém entende que não quero andar por estas ruas
Com essas pessoas que me olham com seus olhos grandes

Gasto minhas calorias de trabalho e potência
Escrevendo textos cada vez mais depressivos
Devido à minha aversão pseudo-social
Pseudo-alguma-coisa

Pois aquele que me desfere a facada final
Não é tu, Brutus, ó meu filho
Mas sim tu, maldita sociedade
De pessoas e pessoas

Guardem uma vaguinha aí no inferno
Sim, eu sei que está bem lotado
Mas logo estarei chegando...

Armas ou psicólogos
Qual devo escolher?
O que estiver mais próximo...

Um comentário:

  1. "Falo a língua dos loucos, pois não conheço a mórbida coerência dos lúcidos." (Luiz Fernando Veríssimo)
    Misantropia seletiva, bem vindo ao grupo. =S

    Deixo meu link, caso interesse resguardar-se em um lugar onde só os loucos habitam.
    http://mortefilosofica.blogspot.com/

    ResponderExcluir