domingo, 12 de dezembro de 2010

O Elevador Nosso De Cada Dia


Imagem por: ~GoncaloBorgesDias

Cansado depois do oitavo cigarro enquanto assistia aos programas fétidos de domingo, ele levantou-se de sua poltrona e abriu a porta do apartamento, saindo. Entrou no elevador, apertando o botão para o térreo e então se se encostou à parede, olhando para o visor que indicava o andar em que se encontrava; números mudando com certa frequência. Chegando ao térreo, a porta do elevador abriu e ele notou que o lugar estava vazio. Olhou para a porta lá no final do salão, com a luz da tarde iluminando o lugar. Apertou novamente o botão, agora para o último andar.

Sentou-se no chão do elevador, abraçando suas pernas. Ficou por muito tempo assim, subindo e descendo sentado naquele chão sujo e frio com as marcas de sapato daqueles que saiam cedo para o trabalho. Depois de certo tempo, voltou para seu apartamento. Minutos depois, uma garota entrou no mesmo elevador portando uma pistola e cometendo suicídio de frente ao espelho. Os botões ficaram manchados de sangue.

Um comentário:

  1. Olá, gostei dos teus posts. Depois passa no meu blog e vê se tu gostas. Seguindo aqui.
    http://wglacerda.blogspot.com/

    ResponderExcluir