quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Monólogo da Solidão


Imagem por: *Ajota

Queria tanto ser alguém importante na sua vida.

Mas não, serei sempre um coadjuvante em sua vida, pior, um figurante.

Complicado, eu sei, pois meu sonho é conhecer alguém que me compreenda.

Mas vivemos em um mundo de papéis, não de sonhos.

Está na hora de acordar?

Será que devo realmente viver nesse mundo dos sonhos ou acordar para a triste e cruel realidade?

O corpo não é nada, só um amontoado de carnes e ossos!

O que devo fazer?

Oh droga, que devo fazer?!


Vivendo nesse mundo solitário mesmo com bilhões de pessoas.

É cruel, mas é a vida.

Escrevendo poemas e textos tão depressivos que poucos leem.

No fim das contas, o que estou fazendo?

Nada.

Essa dor que eu sinto não é apenas fome.

Nenhum comentário:

Postar um comentário