segunda-feira, 19 de março de 2012

Morra antes que amanheça

Imagem por: ~Exrosky


Aranhas em meu quintal
Elas tecem teias da morte
Fabricadas com o meu sangue ainda quente
Fervilhando com as minhas emoções

Há flores do mal em meu jardim
Todas exalando seu aroma de desprezo
Me intoxicando da cabeça aos pés
Pronto para evaporar em sua consistência

Deito em minha cama repleta de pregos
Mil olhos preenchem o teto a me vigiar
O lençol não é capaz de esconder minha vergonha
Não há como dormir com a cabeça martelando

Tudo parece girar ao som dos meus gemidos
Me derreto em sangue, suor, sêmen e lágrimas
E na minha cama, resta apenas a marca do meu corpo
A última prova de minha existência

Por: Lima Júnior

quinta-feira, 8 de março de 2012

Mulher

Imagem por: *AdamHughes

Mudar o mundo é tua vocação
Conquista os homens pelo coração
Convence a todos suas origens divinais
Fazendo-me amar-te cada vez mais

Teus olhos me guiam à tua maneira
Tua boca me devora a tarde inteira
Tuas mãos controlam a minha loucura
Teus cabelos são longos fios de ternura

Por fim, querida mulher
Saiba que tu não és uma qualquer
É a prova da existência da vida

Traz em teu ventre o início de tudo
Deixai qualquer poeta simplesmente mudo
É por todos sempre a mais querida

Por: Lima Júnior

sábado, 3 de março de 2012

Em obras

Imagem por: `alexiuss

Com lápis em mão, escrevo
Aquilo que me vem à mente
Escrituras em alto relevo
Mãos frias, cabeça quente

Às vezes me parece tão natural
Escrever tudo aquilo que sinto
Outrora me vejo sempre anormal
As palavras que escrevo, pinto

São apenas pinceladas falsas
Escondendo a parede por trás
Prometo quebrar à marteladas
Cada tijolo são palavras más

Por: Lima Júnior