domingo, 18 de novembro de 2012

Entre tuas pernas



Quando abri as tuas pernas
E pude ver o teu sexo brilhar
Me tremi quase que por inteiro
Não pude deixar de te desejar

Há excitação em todo o meu corpo
E você é a causa de tudo isso
Então venha, me devore por inteiro
Faça do sexo nosso único compromisso

Mostre que sua boca é porta dos céus
Que não há paraíso sem o sexo oral
Deixe-me vazio de tanto esporrar
Abençoada seja a nossa noite imoral

Temei a fúria de nossos corpos ardentes
Em chamas de prazer carnal e pecaminoso
Façamos uma festa sem fim em nossa cama
Onde a única lei é a lei do gozo

Por: Lima Júnior

Nenhum comentário:

Postar um comentário